Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Psicólogos!!

por Alice, em 26.05.11

A conselho de amigas, marquei um dia destes uma consulta num psicólogo. Primeira consulta! Imaginei encontrar à frente um senhor (já sabia que era homem),  com experiência de vida, com experiência profissional, com ar de competente, se é que se pode ter ar de alguma coisa, principalmente de competência,  mas dá para perceber a ideia.

 

Chego ao consultório e surge um quase menino, acabado de se formar, a quem, indevidamente, reconheço que não sei nada sobre ele, mas a quem  não reconheço experiência de vida nenhuma para estar ali a dar palpites sobre os infortúnios da vida alheia.

 

Foram 90 minutos em que ele tentava "sacar" informação, em que  dizia piadas sobre o que eu pensava sobre determinadas situações, em que se ria sempre que sugeria algum pensamento diferente do meu e eu conscientemente acabava por lhe dar razão acerca dessa perspectiva diferente...

 

As consultas de psicologia são sempre assim? Saí de lá desanimada e crente de que lá não volto a pôr os pés...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não gosto de cenas. Detesto cenas. Abomino cenas. Os problemas são para serem resolvidos dentro de casa e não na rua ou em família à frente de toda a gente. Aquele tipo de conversa "tu não me ajudas, não fazes nada" à frente de outras pessoas, acho completamente de mau gosto. Ninguém precisa de saber o que cada um faz ou deixa de fazer. A respeito disto, há uns anos atrás, um casal amigo debatia-se com este problema, ele chegava do trabalho e sentava-se a ver televisão. A mulher chegava do trabalho e ia tratar do jantar, fazer as camas, aspirar, enfim ia tratar das lides domésticas e ele mantinha-se a ver televisão. Um dia, ela já farta de lhe pedir para a ajudar, sem resultado, deixou de tratar da casa, deixou de aspirar, limpar o pó, limpar as casas de banho... Andou assim umas três semanas, ela confidencializou-me que já tinha nojo de ir à casa de banho, até que ele, também já farto da badalhoquice, por iniciativa um dia começou a limpar a imundice e a partir daí nunca deixou de a ajudar.

Para grandes males, grandes soluções...

 

E isto a propósito de cenas em público... Ontem ferveu-se-me o sangue e fiz uma cena desnecessária à frente de outras pessoas, era só  meu cunhado mas era também escusado. Mas a culpa é dele (yeap yeap yeap a culpa é sempre deles). Não me ouve... Pedi-lhe para me vir ajudar a encher os pneus porque nunca sei qual é a quantidade de ar que se tem que meter para lá e precisava de meter gasolina porque estava mesmo no casco. Tenho uma bomba de gasolina a 100 metros da casa da minha mãe. Era rápido!!! Ele insistia em fazer cerca de 20 km para meter gasolina e encher os pneus nas bombas perto da nossa casa... Expliquei segunda vez que não tinha gasolina para chegar a casa e que a bomba era já ali e aproveitava e enchia os pneus. Voltou a dizer-me para fazer 20 km e meter gasolina e encher os pneus  nas outras bombas. Voltei a explicar e ele voltou e responder da mesma forma. Já estava a pensar "queres ver que eu agora falo aramaico e ninguém me entende" voltei a explicar e ele voltou a responder a mesma merda... Já sem paciência e com meia dúzia de caralhos e fodasses pelo meio e o volume da goela audivelmente aumentado e com direito a murros no varão da varanda, expliquei pela quinta vez que não tinha gasolina para chegar a casa e que uma vez nas bombas fazia tudo, a gasolina e os pneus. Desta vez percebeu mas vieram à porta a minha irmã e mãe, que é sempre pelo lado dos meus namorados, vá-se lá saber porquê e deram-me na cabeça porque isso não são modos de falar para ele...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Actualização do Curriculum!!

por Alice, em 29.05.09

No meu trabalho já me aconteceu um pouco de tudo, já fui insultada, já fui assaltada, já me ofereceram flores e chocolates e malas.... O que nunca me tinha acontecido em 15 anos de trabalho foi mijarem-me a loja.

A menina tem 6 aninhos, é pequenina e e esqueceu-se de pedir para ir à casa de banho, depois de ter andado para trás e para a frente a correr, pára e.... mija-se!!!!

Envergonhada, começou a berrar e a dizer "eu tava apertadinha!".

A mãe pegou na miúda e levou-a embora (e ainda bem, já não estava a ver bem por causa do berreiro). Mas pelo menos podia ter-se oferecido para limpar!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

My first time!

por Alice, em 23.10.08

 

 

Segui o concelho de uma amiga e criei este blog. Ainda não sei muito bem como isto funciona mas com o tempo acho que consigo pô-lo como quero.

Isto não é mais que desvarios de uma mulher de 32 anos em desalinho com o que lhe é dado todos os dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D