Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Informações para o uso de óculos.

por Alice, em 13.09.10

Após 17 anos a trabalhar como técnica de óptica, vou deixar aqui alguns conselhos relativos à utilização e cuidado dos óculos. Porque mais cedo ou mais tarde toda a gente vem a precisar deste tipo de ajuda visual, e porque agora mais que nunca, se calhar devido à crise, as pessoas reclamam sem razão e acham que nós, profissionais do sector somos burrinhos e aceitamos todas as mentiras que nos apresentam quando a "lente riscou", ou quando a armação partiu, "estava com eles na cara e de repente partiu". Sim, nós temos forma de ver se o problema é devido ao mau manuseamento por parte do cliente, ou se é realmente devido a defeito de fabrico.  Estes conselhos aplicam-se a todo o tipo de óculos de "ver" e de sol.

 

1- Os óculos são objectos delicados, foram desenhados e feitos para andar no rosto e não nas malas no meio de chaves, telemóveis, batons, canetas, agendas. Quando o compra de certeza que ele vem acompanhado de um estojo e um paninho para limpeza do mesmo. Use o estojo para guardar o óculo.

 

2- Não os deixe NUNCA no tablier do carro, em cima de lareiras, perto de aquecedores, em cima de fogões, o excesso de calor vai acabar por danificar o tratamento que a lente pode eventualmente levar, vai acabar por danificar a armação. Leve-os consigo se for à praia ou se achar que não os vai usar deixe-os em casa.

 

3- Para limpar o óculo USE SEMPRE água e sabão e limpe com o pano que a óptica lhe dá. Não use a fralda da camisa ou t'shirt. Não use panos da loiça, não use jornal. Se não lhe deram um pano vá à loja e peça. Não use limpa-vidros, detergente da loiça, álcool ou outros dissolventes. A água e o sabão são o melhor para a limpeza do óculo. Se no sitio onde estiver não houver sabão, passe-os pelo menos por água.

 

4- O que risca a lente é o pó. Percebe-se que se andar com o óculo na rua o pó fica agarrado à lente. Se tirar os óculos da cara e limpar ao primeiro pano que lhe aparece à frente, já imaginou o que vai acontecer, o pó vai actuar como abrasivo. Se os passar por água, o pó sai e aí sim pode limpá-los à vontade.

 

5- Se tem crianças ou animais de estimação em casa, e neste caso são mais os cães que fazem os maiores estragos, não deixe o óculo à mão de semear. Tanto a criança como o animal vão ver o óculo como um brinquedo e parti-lo ou roe-lo. Deixe-os num local inacessível ao mais pequenos.

 

6- As armações são compostas por 3 partes, as hastes (o que segura o óculo na orelha), a frente (onde a lente encaixa) e a lente propriamente dita. Sabiam que mais de 90% das reclamações de hastes são das hastes esquerdas? Porquê? Porque ao retirar o óculo da cara, a tendência é tirá-lo com a mão direita, a haste esquerda fica em pressão. Ora experimente lá tirar o óculo só com a mão direita? Percebeu? A haste esquerda fica em esforço relativamente à direita. USE sempre as duas mão para colocar e tirar os óculos.

 

7- Se tem filhos, enteados, sobrinhos não espere que os óculos destes aguentem o mesmo tempo que o óculo de um adulto. As crianças brincam, experimentam os óculos uns dos outros, e chegam a parti-los de propósito porque na escola lhes chamam "caixa de óculos" ou "quatro olhos". Ainda não se inventaram óculos à prova de criança, portanto por muito que lhe digam que nunca parte, não acredite e não menospreze a sua criancinha, eles são capazes de coisas inimagináveis. Explique-lhe que não o pode tirar e que não o pode emprestar, que se for para a ginástica deve deixa-los dentro do estojo no balneário e se ele precisar mesmo dele para actividades físicas, existem óculos de desporto que não ficam caros, para esse efeito.

 

8- Óculos de criança e óculos de perto são normalmente os que dão mais problemas. Os primeiros já está explicado em cima, os segundos porque só se usam para ler e normalmente o usuário pede um cordão para os pendurar ao pescoço, ou anda com eles no bolso da camisa/casaco para poder tê-los sempre à mão e depois? Bem, depois esquece-se e encontra um amigo que já não vê há muito tempo e vai de abraçar o dito sem se lembrar que tráz o óculo pendurado. As lentes podem sair e cair e picar, a armação pode partir.

 

9- O óculo quando sai da loja vai em perfeito estado, se cá fora os deixa cair, os deixa no assento do carro e senta-se em cima deles, é responsabilidade sua. As lentes não riscam sozinhas, normalmente somos nós quem as riscam e as armações não partem por vontade própria, normalmente acontece porque já levaram alguns empenos e acabam por ceder.

 

10- Tanto as lentes como as armações e até os óculos de sol têm garantia. Garantia essa, que só cobre defeitos de fabrico. Para isto não contam as hastes roidas pelo cão, as lentes arranhadas pelas chaves dentro da mala ou por ter caído ao chão, a armação partida porque o bebé retirou-lhos da cara sem você estar a contar.

 

11- Cada vez mais os óculos são artigos de moda. As colecções saem pelo menos duas vezes por ano, portanto não se admire se o seu óculo de 1987 ter partido, você querer à força toda que o óptico lhe arranje uma peça de substituição e não haver. Por vezes deixa de haver em bastante menos tempo.

 

12- Quer seja senhora, quer seja homem, se for ao cabeleireiro ou usar laca em casa, por favor retire os óculos e guarde-os na já referida caixinha, não os deixe em cima do balcão. A laca anda no ar e cola à lente como uma espécie de goma que é, e não vai sair. Se for pintar use um óculo de protecção que pode comprar em qualquer óptica ou super-mercado, a tinta também pinta as lentes  e danifica-as.

 

Se  sair de um stand com um carro novo e o espetar contra um muro, não vai ao stand reclamar o carro, foi você quem o destruiu, o carro quando saiu estava em perfeitas condições. Com os óculos é a mesma coisa. Trate-os como se fosse um carro novo. Lave-os com frequência (não, não ganham ferrugem), vá de vez em quando à óptica onde os comprou para dar uma afinação que é sempre preciso. Se eles magoarem o nariz ou atrás da orelha, vá ao seu óptico, ele terá instrumentos e ferramentas para o endireitar e para resolver isso. O facto de o ter visto com chaves e alicates a endireitar e arranjar o óculo, não quer dizer que você o saiba fazer (já vi a minha mãe a fazer tripas muitas vezes e não as sei fazer).

 

Evite comprar lentes em vidro, é verdade que não riscam mas são um perigo, porque ninguém está livre de tropeçar e cair e já imaginou a gravidade do acidente. As lentes acrílicas são um pouco mais caras mas valem bem a pena. O seu óptico, se for um profissional honesto e sério há-de aconselha-lo no que respeita a tratamentos de lentes e se aconselha deve pelo menos ouvir o conselho porque efectivamente uma lente tratada é bem mais confortável que uma lente sem o ser. E  nem vou falar em óculos que se vendem nos chineses e nos prontos-a-vestir, nem vale a pena comentar!! 

 

Vá ao médico especialista em problemas de visão. Se tiver problemas do coração não os vai tratar num enfermeiro, pois não?? Uma consulta aos olhos não serve só para saber se precisa ou não de óculos. O olho é um orgão como outro qualquer e tem mais diagnósticos possíveis,  não é só a refracção. As consultas, se não houver outro problema com os seus olhos, são aconselhadas no máximo de dois em dois anos e sim, é possível que ao fim de muito menos tempo precise de voltar ao médico para ajustar de novo a graduação, depende do seu organismo e de factores externos ao olho e a si, como o trabalho que faz e de outras doenças de que pode ser portador.

 

Posto isto meus amigos, tratem dos olhos e dos óculos. Não vão reclamar quando temos nós e têm vocês, plena consciência que o óculo partiu ou se estragou devido ao mau manuseamento dado por si.

 

(Nota, este post vai sendo actualizado conforme eu me for lembrando de conselhos e práticas para a boa utilização e conservação do artigo em questão.)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D