Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



I miss you.

por Alice, em 28.10.08

Em primeiro lugar, a minha sugestão de hoje vai para You Say Party! We Say Die! uma banda do Canadá e o album que sugiro é "Hit the Floor" de 2005. Enjoy it!

Gosto de deixar sair tudo cá para fora, sou assim! Obrigar-me a outra postura é um esforço demasiado grande e desgastante e nesta altura, tenho tanto cá dentro de bom e de mau relativo a ti, relativo a mim.... Costumo escrever cartas do género e de vez em quando ainda me iludo com considerações sobre se o que escrevo vai ou não ser lido ou entregue ao destinatário. Sei o valor que ponho nestas cartas, porque me é mais fácil, sempre foi, escrever do que dizer-te o que sinto. Na maior parte das vezes o que digo fica muito aquém do que sinto, porque tenho vergonha de expor os sentimentos, porque tenho receio de me mostrar demasiado, de te estrangular com o meu amor e assim todas as cartas ficam guardadas só para mim, para que daqui a uns anos eu possa voltar a ler e lembrar de todo o amor que senti.
Esta vai ser uma carta de amor. Uma carta de amor por ti, uma carta de amor para ti. Usa a proposição que mais te fizer feliz.
Às vezes questiono-me se não me terei envolvido contigo por carência afectiva, numa altura em que me sentia frágil e ouvir-te era sarar o ego. Tu fizeste-me bem quando precisei e nem sabes em que medida. O contrário é um facto inegável. Se calhar mais que eu, tu estavas frágil, carente e também eu te fiz bem quando precisaste. O problema de tudo isto foi eu não ter sabido parar. Em pouco tempo envolvi-me demasiado, cedi à minha própria vontade e prolonguei a regularidade dos encontros até que chegou longe de mais. Quando dei por ela estava apaixonada no sentido pleno da palavra, foi e ainda é um amor intenso como um tornado que leva tudo, que arrasa tudo na sua passagem... e sujeitava-me a encontros secretos, sem ninguém saber.
Foi quando falei contigo e te disse que já não conseguia aguentar a relação daquela forma. Queria ter a satisfação de poder andar contigo na rua à vontade, poder dar-te um beijo indiscreto sempre que me apetecesse. Fiquei feliz quando aceitaste o meu pedido de namoro. Mas essa felicidade durou pouco, não estivemos mais de 3 ou 4 meses como namorados, tudo terminou e tudo voltou à sua posição inicial. Encontros secretos, o não poder dizer "é o meu namorado" quando tudo o que tínhamos fazia supor o contrário. Convencida de que conseguia superar facilmente o que sentia, envolvi-me com outra pessoa e embora me tivesse feito bem, depressa percebi que tu és o centro do meu universo. Agora não me perdoas mas é a ti que amo com todo o meu coração.
Pode ser que um dia, ao chegar a casa te encontre à minha espera para me dizeres o quanto me queres ao teu lado. Pode ser que um dia ao passares por minha casa decidas parar, ligar-me só para me dares um beijo. Enquanto esse dia não chega, vou suportando a minha vida sem ti da forma como queria que estivesses presente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D